Davide Pereira

AFINAL SER HOMOSSEXUAL É UMA DOENÇA.

Foi notícia nos jornais e em vários canais televisivos. A notícia não se ficou apenas por essa linda região de Múrcia que eu conheço em Espanha, como também se espalhou por esse mundo fora.   
«Doença actual: homossexual » Jogadora e clube se revoltam com o diagnóstico médico.

A jogadora de futebol Alba Aragón, de apenas 19 anos de idade e que atua no Ciudad de Múrcia, de Espanha, foi protagonista de um episódio que gerou uma enorme polêmica no país europeu. 
Aragón estava com irregularidades no seu ciclo menstrual e passou por uma consulta em um ginecologista, mas foi surpreendida pelo diagnóstico apresentado no Hospital Reina Sofía. » Doença actual: homossexual «. Isso revoltou a atleta lésbica de futebol. «Disse ao médico que era homossexual (lésbica ) porque achei que isso  era relevante para os exames que ia fazer. 

Eu gosto de mulheres, sou lésbica desde os 15 anos e não tenho vergonha de dizer», comentou Alba Aragón ao jornal El Español. Ainda segundo o que nos disse a jogadora, no final da consulta, o ginecologista perguntou se ela autorizava que a sua orientação sexual (lésbica ) fosse mencionado no relatório. 

Alba Aragón disse que sim, sem imaginar que isso surgisse no relatório como uma «doença «. O Ciudad de Múrcia, clube pela qual a jogadora de futebol joga em Espanha, denunciou publicamente o caso no Twitter. «STOP LGTBIFOBIA – Exigimos que as responsabilidades sejam esclarecidas e apoiamos incondicionalmente a jogadora na sua corajosa reclamação…»

No que diz respeito ao ser humano, homem ou mulher, tudo o que vai contra a sua natureza é considerado uma doença.

Beber álcool compulsivamente é considerado uma doença. O alcoólico necessita de ser orientado por um especialista, ser medicado e possivelmente recorrer à ajuda dos Alcoólicos Anónimos. Um doente mental necessita de um psiquiatra e por vezes ser internado num lugar de segurança para si próprio e para aqueles que lhe são queridos. Um dependente de cocaína ou de pornografia também não é um doente!!!

Ser um mentiroso compulsivo também deve ser considerado uma doença!!! O que dizer dos nossos governantes…esses, alguns deles já sofrem de doença crónica.
Para a lésbica Alda Aregón, a sua anormal orientação sexual não é uma doença mas um life style. O que seria dela se os seus pais não fossem héteros?! 

Para finalizar, se ser homossexual não é uma doença, então digam aos «bêbados » do nosso país que eles não estão doentes, e que podem tomar «sopa de cavalo cansado » ao pequeno almoço, para serem mais saudáveis e felizes.

Chega de propaganda LGBTI paga com os nossos impostos…
Chega!
Davide Pereira.Ativista Evangélico.Conselheiro político.Finlândia.